Back1-A   B   C   D   E   F   G   H   I   J   K   L   M   N   O   P   Q   R   S   U   V   T   W   X   Z   Y

[H] Glossário de Marketing Digital

HANDS FREE (Hands free kit ) (MÃOS LIVRES) (Kit mãos livres) – É a utilização de um telemóvel sem o uso físico do mesmo, geralmente instalados em veículos e/ou ligados via Bluetooth ou auricular similar.

HANDSET – Termo usado como referência a um telemóvel, dispositivo móvel ou terminal móvel.

HDTV (High-Definition Television) (Televisão de alta definição) – É um sinal de alta qualidade com alta resolução, utilizando um formato digital para a transmissão e recepção de sinais de TV. O HDTV fornece cerca de cinco vezes mais informações de imagem (elementos de imagem ou pixels) que uma televisão convencional, com mais clareza, mais resolução, e com qualidade digital de som.

HEAD END – É o local num sistema de cabo coaxial de banda larga ou rede onde se inicia a programação e começa a rede de distribuição. Os sinais são normalmente recebidas pelo ar a partir de satélites, os relés de microondas ou cabos de fibra óptica estão na extremidade da cabeça (head end) para a sua distribuição.

HEADING/H TAGS – Esta tag indica uma página específica ou título de secção numa página web. Os motores de pesquisa prestam especial atenção ao texto H, uma vez que fornece pistas sobre a actualidade e relevância do conteúdo contido na secção.

HEURISTIC (Heurística) – É uma forma de medir a identidade única de um utilizador. Esta medida utiliza a dedução ou inferência com base numa regra ou algoritmo que é válido para esse servidor. Por exemplo, a combinação de endereços IP e do agente do utilizador pode ser usado para identificar o mesmo em alguns casos. Se um servidor recebe um novo pedido do mesmo cliente dentro de 30 minutos, infere-se que um novo pedido vem do mesmo utilizador e que o tempo que decorreu até ao novo pedido foi gasto com a última página. Também referido como uma inferência.

HIGH SPEED DOWNLINK PACKET ACCESS – É uma melhoria para o (UMTS) Universal Mobile Telecommunications System, a tecnologia 3G, também conhecido como Wideband Code Division Multiple Access (W-CDMA). Ele foi projectado para aumentar em mais de cinco vezes as velocidades de download e, em teoria, atinge até 14 Mbps (14 milhões de bits por segundo).

HISTORY LIST – É o menu no web browser que exibe os sites recentemente visitados.  O mesmo mecanismo torna possível aos servidores a pista onde o browser foi antes de visitar um site em particular.

HIT – Ocorre quando os utilizadores acedem a um site e o seu computador envia um pedido ao servidor do site para iniciar o download dessa página. Cada elemento de uma página solicitada (incluindo gráficos, textos e itens interactivos) são registados pelo ficheiro de logs do site no servidor Web. Se uma página que contém dois gráficos é acedida por um utilizador, os hits serão gravados uma vez para a própria página e uma vez para cada um dos gráficos.  Os Webmasters usam os hits para medirem a carga de trabalho nos seus servidores.  Porque existem vários layouts de páginas web e os  padrões de visita variar de site para site, o número de hits acaba por não ter qualquer relação com o número de páginas de download, sendo por isso um mau indicador para medir o tráfego num site.

HOME PAGE (HP) – A página designada como o principal ponto de entrada de um site Web (ou página principal) ou o ponto de partida quando o primeiro navegador se conecta à Internet. Normalmente, ele recebe os visitantes e apresenta o objetivo do site, ou a organização patrocinadora, e, em seguida, fornece links para outras páginas dentro do site.

HOST – Qualquer computador numa rede que ofereça serviços de conectividade a outros computadores. Um host tem um endereço IP associado a ele.

HOTLISTS – Pull-down ou pop-up menus disponibilizados com frequência num browser ou motores de pesquisa a informar sobre novos sites ou sobre sites populares.

HOUSE ADS – Anúncios de um produto ou serviço da mesma empresa.

HTML (Hypertext Markup Language) – Um conjunto de códigos num ficheiro de texto designados por markup tags que determinam qual a informação que é recuperada e como deverá ser processada por um browser. Existem dois tipos de markup tags: as anchor e as format. As tags anchor determinam o que é recuperado, e as tags format determinam como são processadas. Os browsers recebem as páginas HTML da Internet e usam a informação para mostrar texto, imagens, links e outros elementos conforme foi projectado pelo criador do site.

HTTP (Hyper Text Transfer Protocol) – É o formato mais utilizado para transferir documentos na World Wide Web.

HYBRID PRICING – São os preços baseados num misto entre os preços de CPM e nos preços calculados com base no desempenho.  Veja modelo de preços de CPM e de performance-based pricing model baseados em desempenho.

HYPERLINK – É um link clicável, por exemplo, numa página Web ou num e-mail, que reenvia o utilizador para um novo URL, quando activado.

HIPERTEXTO – Qualquer texto que contenha links de interligação com outros textos ou ficheiros na Internet.

[Envie-nos a sua sugestão para completar o nosso glossário, e colocaremos um link para o autor]